Sobre Andréa Alvarenga

Andréa Serra de Alvarenga Sangalli nasceu em São Paulo, Capital, onde se formou em Psicologia, em 1994. Sua primeira formação em Psicanálise foi realizada na Clínica Roberto Azevedo em São Paulo-S.P, de quem Andréa foi aluna. Já em Florianópolis, iniciou a segunda formação em Psicanálise, na Maiêutica Instituição Psicanalítica. Andréa tem formação também em Terapia de Família e Casal, pelo Instituto Familiare.

Em 1989, Andréa iniciou sua formação em Psicologia e, a partir de então, passou a estagiar no renomado Hospital Psiquiátrico e de Custódia de Franco da Rocha. Sabendo da necessidade e da importância da análise e por estar vivenciando, naquele momento, algumas angústias, Andréa deu início ao seu percurso analítico com o renomado psicanalista Dr. Walter Trinca.

Nesse período, dada a rica experiência nesse antigo manicômio, Andréa entrou em contato com todos os tipos de patologia que estudara até então; em sua trajetória, deparava-se constantemente com a miséria física e psíquica, as quais foram responsáveis por suscitar muitos questionamentos e, consequentemente, grandes contribuições para a sua futura profissão. Durante o período de estágio e aprimoramento, Andréa trabalhou diariamente com uma equipe multidisciplinar, constituída por médicos, psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais, oficiais de justiça, terapeutas ocupacionais e diversos outros profissionais.

Dentre os trabalhos desenvolvidos nesse período, merecem destaque aqueles realizados com os inúmeros pacientes presidiários, dentre os quais se encontrava o Bandido da Luz Vermelha. Aqueles que ali estavam, em determinado momento de suas vidas, haviam cometido graves faltas à sociedade, contudo, uma vez diagnosticados distúrbios psíquicos relevantes nesses pacientes, atribuiu-se-lhes a inimputabilidade. A maioria desses pacientes havia cometido homicídios, estupros, canibalismo, além de diversos outros crimes reconhecidamente hediondos, e foi a partir dessa experiência que Andréa, durante quatro anos, agregou conhecimentos e experiências de suma relevância.

Assim que se formou em Psicologia, Andréa iniciou a sua primeira formação em Psicanálise, com o psicanalista Dr. Roberto Azevedo, durante oito anos. Foi nesse período que se iniciou sua trajetória em clínicas particulares de internações psiquiátricas, onde Andréa participava das atividades desenvolvidas no departamento de atendimentos individuais e familiares, através da coordenação das atividades em grupos de culinária, jardinagem e terapêuticos. Ali estavam internados pacientes com depressão, inclusive muitos que já haviam tentado o suicídio; havia todos os tipos de dependências, dentre elas álcool e drogas, ou seja: Andréa passou a trabalhar com uma vasta gama de casos de neuroses, psicoses e perversões; em seus plantões, era ela a psicóloga responsável por todo o funcionamento da clínica. O psicanalista Dr.Oswaldo Di Loreto foi o supervisor de seus trabalhos institucionais durante esses anos.

Concomitantemente a esse período, iniciou-se a sua primeira experiência em uma escola de Ensino Fundamental e Médio em São Paulo, onde Andréa trabalhava com alunos, professores, pais e gestores. Foi a partir dessas vivências que Andréa agregou os conhecimentos necessários para trabalhar, até os dias de hoje, em consultório particular, escolas, clínicas psiquiátricas e diversas outras instituições.

Por conta dessa bagagem e familiaridade com o trabalho desenvolvido em diversos grupos heterogêneos e a partir de sua formação como grupoterapeuta, Andréa passou a realizar trabalhos em palestras e workshops, além de atividades em grupo, tanto em seu consultório como em outros espaços, atividades essas que permanece desenvolvendo. Andréa possui um olhar predominantemente psicanalítico, apesar de suas outras formações, pois o seu próprio processo de análise fez parte de sua vida por vinte anos.

Levando em conta que quanto mais nos distanciamos de nosso desejo, de nossas verdades e emoções, mais nos aproximamos das doenças e da morte, Andréa se sensibilizou e, sempre que possível, em diversos contextos, vem construindo espaços para que, de uma forma singular, cada pessoa possa desenvolver advertências, entrando em contato com o seu mundo interno, refletindo, recordando e elaborando a própria experiência, para, com isso, buscar sonhos e realizações. O grande objetivo de Andréa é proporcionar, a seus pacientes, o desejo de viver a vida com menos angústia, de modo mais leve e feliz.